15 maio, 2008

Como o caracol


Caneta e aguarela sobre A5.

Parece que o caracol desliza, na direcção do seu objectivo, quase tanto no sentido correcto como no contrário. É como este tempo. E como este desenho também. Quando penso que já estou em velocidade de cruzeiro, dou-me conta que não sei quase nada. Se mostrasse o meu último diário gráfico na totalidade...bolas!

6 comentários:

Maria Laura disse...

Ah, isso é auto-crítica a mais! Olhei para os desenho e fui logo transportada para a tarde deprimente de hoje. Está lá toda a atmosfera.
Agora estou no quentinho, em casa, já não está tão mau! :)

lapin disse...

still nice the way you sketch the cars…
hasta luego !

hfm disse...

"Dou-me conta que não sei quase nada" - puro sinal de sabedoria. Por isso se perseguem objectivos e nos são oferecidos momentos como este. Um abraço.

Galeota disse...

...não tem estado tempo para pôr os pauzinhos ao Sol.

Miguel Taborda disse...

eh lá!!! falta de confiança? para q?

Eduardo P.L. disse...

Jose,

embora de ferias, aqui de Casablanca, Marrocos, devo dizer que ferias nao impede de dar uma olhada nos desenhos dos amigos. Quanto as postagens no Varal, sao automaticas, + uma ferramenta do Blogger...quando funcionam....
O teclado aqui e diferente do nosso, e....

forte abraco