14 maio, 2008

CGD


Caneta sobre A5.
À espera na CGD. Deve ser o banco mais lento do mundo. Até a inevitável cadeira "à la Breuer" tinha um aspecto manhoso. Bom, isso é quase sempre.

4 comentários:

João Catarino disse...

Tabém tenho que lá ir brevemente e aproveito a deixa, vou levar o caderninho tiro a senha e sento-me nessa cadeira. Aí está mais um bom desenho, aposto que o tempo levou bem menos a passar.

ma grande folle de soeur disse...

Conheço outros igualmente lentos e outros q de tão céleres redundam em asneira continuada! Bancos= um mal necessário?! Num deles até já me foi roubado um guarda chuva! (nem nos clientes se pode confiar!)É de fugir... E, definitivamente, nem sequer me inspiram um haiku....lol

Miguel Taborda disse...

a eterna espera deste nosso banco

Galeota disse...

O banco do nosso descontentamento!