Banhos & Desenhos / Baths & Drafts

A praia, um dos locais mais democráticos do planeta, é um paraíso para qualquer desenhador. O sol, o mar e a areia têm um efeito relaxante sobre as pessoas que parecem estar ali realmente em paz. Estas condições tornam a praia um enorme - e inesgotável - espaço de desenho da figura humana, com a vantagem de os modelos, descontraídos e quietos, não receberem contrapartidas financeiras e não pedirem para ver os resultados. Desde 2007 que me sento numa cadeira, meio escondido pelo chapéu de sol - a invisibilidade é importante, como qualquer desenhador sabe - e observo aquela que é uma das mais ricas atividades da raça humana – o não fazer nada.

The beach, one of the most democratic places on the planet, is a paradise for any drawer. The sun, the sea and the sand have a relaxing effect on the people who seem to be really there in peace. These conditions make the beach a huge - and inexhaustible - space for drawing the human figure, with the advantage that the models, relaxed and quiet, do not receive financial compensation and do not ask to see the results. Since 2007 I sit in a chair, half hidden by the beach umbrella - invisibility is important, as any drawer know - and I watch what is actually one of the richest activities of the human race - doing nothing.


S. Lourenço, Ericeira. 2009


S. Lourenço, Ericeira. 2009


S. João, Trafaria. 2016


S. João, Trafaria. 2016


S. João, Trafaria. 2016


S. Lourenço, Ericeira. 2011


Algés, Oeiras. 2007


 Rocha, Portimão 2015


 S. João da Caparica, Trafaria. 2015


Samouqueira, Sines. 2015


Belavista, Almada. 2012


 Belavista, Almada. 2014


Belavista, Almada. 2010


Belavista, Almada. 2010


Belavista, Almada. 2007


Belavista, Almada. 2008


Belavista, Almada. 2008


Berlengas, Peniche. 2007


S. Lourenço, Ericeira. 2017


Rocha, Portimão. 2016


Foz do Lizandro, Mafra. 2014


Lagoa de Óbidos, Óbidos. 2007


Malhão, Vila Nova de Milfontes. 2014


Praia Grande, Sintra. 2007


Rocha, Portimão. 2016


Rocha, Portimão. 2016

Rocha, Portimão. 2016


2 comentários:

teresa ruivo disse...

Há quanto tempo esta pérola está no teu blog, que nunca tinha visto? Adoro! E que giro ver a evolução !

José Louro disse...

Ou desevolução.... obrigado Teresa.