16 maio, 2007

À espera II



Outro feito à espera. Das Amoreiras, quando surgiram, muitas pessoas disseram mal. Assim como do CCB, da Expo, etc. No entanto, para além do mérito que podem ou não ter como objecto de arquitectura, puseram de facto os lisboetas a olhar para cima. Hoje as Amoreiras têm um centro comercial que não decaiu, sendo em minha opinião uns dos que melhor se pode circular pelo seu espaço amplo e, diria, divertido. Comparado com outros mais recentes, resiste agora (afinal) como uma prova de bom gosto. Em minha opinião.
Caneta sobre Winsor & Newton A6.

PS. Vejam aqui o nosso António Jorge Gonçalves.

5 comentários:

hfm disse...

Tb eu já o "linkei"; obrigada.

PMBC disse...

Gosto mais do desenho do que do edifício. Reconheço às "Amoreiras" e respectivo autor o crédito de trazer a arquitectura para a atenção do país.

Anónimo disse...

Faço minhas as palavras de Hfm.
Galeota

ma grande folle de soeur disse...

Eu perco-me sempre nesse centro. Mas o pb deve ser meu que tenho fraco poder de orientação. Mas tb gosto do edifício e concordo: resistiu bem ao tempo. Um abraço

Rebel Alliance disse...

na minha opinião não se pode comparar as amoreiras ao ccb o à expo, mas é uma opinão. apesar disto o traço está excelente.
já agora, já viste desenhos do taveira? grande máquina