25 janeiro, 2017

Lanternas chinesas

A
Símbolo de prosperidade e boa sorte, as lanternas chinesas marcavam o colorido ano novo do Galo, no Martim Moniz.
Desenhos feitos à procura dos contrastes entre o Ocidente e Oriente.






5 comentários:

Celeste Vaz Ferreira disse...

Caramba Zé, que quantidade de desenhos bons!!
Há já algum tempo que não passava por aqui, na verdade pelos blogues em geral, e fiquei mais do que impressionada pelo traço (esta é uma constante), pela composição, pelos enquadramentos, pelas manchas de cor, sei lá... quando for grande quero ser assim, pronto!!!

nelson paciencia disse...

Tão bons os teus desenhos. E o que é mais incrível é a forma simples como o desenho se mostra, e o quanto ele contém daquela tarde de festa. Craque.

Mário Linhares disse...

Este gajo não existe!
Ganda Zé!

teresa ruivo disse...

Caramba Zé!Há dias em que te transcendes!

Pedro Loureiro disse...

Brutais, claro!
E ainda me fizeram lembrar uma bela passagem do "Corto Maltese na Sibéria": "lanternas vermelhas! lanternas vermelhas!"