04 dezembro, 2009

Memória



«Enquanto os segundos se arrastam, os anos passam a voar. O nosso sentido do tempo é relativo. Está sobretudo ligado à memória, que por sua vez se relaciona com a qualidade da experiência.»

Este texto, retirado do programa da exposição QUICK, QUICK, SLOW (Experimenta’09) que ainda está no Centro Cultural de Belém, diz quase tudo sobre as razões que me levam a desenhar.
Bom fim-de-semana!

4 comentários:

Anónimo disse...

E quem não tem memória perde a dignidade.

Galeota

josé louro disse...

E tb perde a vida...

Mário Linhares disse...

Grande, grande desenho Zé. Boa! Está tudo fabuloso. É daqueles que não me importava de ter emoldurado em casa.

O tempo é mesmo o tema certo para excelentes reflexões...

ma grande folle de soeur disse...

nem mais...:)