14 novembro, 2009

Filha



Um dia vai-se lembrar do pai sempre a desenhar. Pode ser que acorde algum cromossoma adormecido.
Beijos meu amor!
(Pois é, mais um daqueles...)

3 comentários:

Conceição Duarte disse...

Que lindo, coisas entre vcs! Beijos, CON

Socas disse...

vejo no desenho dos olhos da criança uma angustia... uma tristeza...um Pai egocentrico, vaidoso, egoista?

José disse...

caro (a) Socas: por acaso o desenho foi feito durante uma sessão de trabalhos de casa daí o olhar angustiado...

mas gostei do comentário:)
Abraço.