04 abril, 2008

Fogo








Caneta e aguarela sobre A5.



Visita à fábrica da Atlantis, produtora de objectos de vidro e cristal. O calor dentro do circuito produtivo era quase insuportável. Os operários trabalhavam como se não fosse nada com eles. Ou nem tanto. Pouco depois de chegarmos, o pessoal parou em greve, que estava marcada para esse dia.
À vinda paragem numa estação de serviço. O fogo, outra vez, a obrigar a manobras mais radicais, como sejam a daqueles senhores a fumarem um cigarro deitados à sombra da carrinha.

6 comentários:

Galeota disse...

Um ofício muito antigo e que exige muita arte. Em tempos conheci a Fábrica da Fontela e a Stephens, na Marinha Grande e também fiquei fascinada.
Os desenhos estão muito belos.

Miguel Taborda disse...

gosto das cores!

PMBC disse...

Fantástico!
Os desenhos, as cores luminosas e quentes e os episódios que as imagens contam.

hfm disse...

espantoso o movimento destes desenhos!

Eduardo P.L. disse...

A mancha, muito bem explorada!

africantapestry disse...

I suppose you get so used to your surroundings after a while, you hardly notice the difficulties any more! great sketches...love the blotches of added colour, it adds great interest!
Ronell