26 abril, 2007

Barcos









No desenho de exterior preciso sempre de uma fase de aquecimento. A mão (e o resto do corpo) necessitam de um período de habituação. Normalmente escolho motivos que sejam fáceis, isto é, que não me obriguem a uma grande análise dos detalhes. Quando vou para o rio escolho sempre os barcos. Primeiro porque passam depressa e relativamente longe. Depois, porque qualquer que seja o resultado no papel fico sempre contente com o desenho. Não sei porquê.
Caneta, pincel de água e aguarela sobre Winsor&Newton A5.

2 comentários:

Anónimo disse...

Bonitos, sempre.
Galeota

Computerarte disse...

Gosto muito, é sempre bom viajar por este blog, por Lisboa...bela cidade!

Obrigada pelo comentário, é sempre motivador quando gostam do nosso trabalho, fiquei especialmente feliz por saber que a sua filha adorou a ilustração.
Marília