22 abril, 2007

Centros comerciais.



«Esta é a época da exibição». Foi-me dito por um familiar. Estávamos a falar de blogues e saiu-se com esta. As suas palavras acompanharam-me todo o dia. De facto parece razoável esta opinião. Ainda lhe tentei explicar que se não fosse o meu blogue provavelmente nunca teria feito este desenho. Acenava-me com a cabeça que sim, mas o seu olhar mantinha a mesma opinião. Passado algum tempo pus-me a pensar porque é que afinal maior parte de nós mantém o anonimato na assinatura dos posts e alguns no perfil? Numa rápida volta pelos blogues gráficos, reparei que lá fora (?) toda a gente assina com o próprio nome. Os blogues, como forma de livre expressão, surgiram também como uma forma de contestação a vários níveis. Talvez esteja aí a justificação para esta tradição nossa de manter o anonimato. Mas num blogue gráfico? Nós só queremos é desenhar. Será porque temos receio que digam que estamos a exibir-nos?
A partir de hoje vou assinar pelo nome.
Até amanhã.

4 comentários:

ma grande folle de soeur disse...

Já me disseram exactamente o mesmo! Com uma agravante: "Também tu sucumbiste!" e mais: "Provavelmente ninguém se interessa pelo que pões no teu blog!"... Ok! Got the message. Mas creio que resumiste bem a essência da questão, quando dizes que se n fosse o blog, talvez nada teria motivado o teu desenho. Ptt ainda bem que ele existe. Pelo menos para suscitar um despertar da pouca ou muita (não interessa) criatividade que reside em nós... Foi o q respondi na altura. Um abraço. Lu

Rebel Alliance disse...

sábias palavras... os blogues devem ser um veículo para a partilha de experiências e sem nunca ter o medo da exposição.
mais uma vez, belo desenho.
abraço

e.s. disse...

Também tenho pensado nisso: o porquê de fazer um blog. Ou qual a diferença entre desenhar para mostrar no blog ou só para o caderno. Quanto ao assinar, continuo com as iniciais. Quem estiver interessado em saber quem sou, facilmente chega lá.
Abraço

José Louro disse...

É uma boa questão. Será que desenhamos de outra forma. E até que ponto condicionamos o desenho (motivo e traço) áquilo que pensamos ser mais atraente para quem aqui passa. Por enquanto penso que a questão do ter que fazer para o blog é a mais importante. É a desenhar que se aprende a desenhar.
Obrigado plelos comentários.